Relato Estou com saudade ! por Gustavo Araújo Santos

Estou com saudade, saudade de treinar mais uma periodização IRONMAN, é incrível como a sensação é de amor e ódio, no começo da preparação é tranquila com pouco volume de treino, e isso vai aumentando, aumentando, em um momento que você já começa a pirar de tantos treinos, tanto trabalho, tantas coisas para se fazer além do treinamento e a planilha precisa estar 100% feita no fim da semana. Acredito que neste momento é o ponto chave, as pessoas em sua volta precisam segurar a barra, você precisa segurar a sua barra até passar por esse período, seja lá se você quer completar, quer a vaga para algum mundial ou se esta prestes a competir a prova dos sonhos. Essa foto reflete o treino mais duro da minha vida, foi quando estava treinando para Kona e fiz esse treino de 150 km saindo de Criciúma indo até a o topo da Serra do Rio do Rastro e voltamos até Criciúma, deixei a minha bike e fui correr na sequência, foi um treino de 7,8 horas, não me lembro direito, mas me lembro que quando eu deitei na cama mesmo em um cansaço absurdo e não conseguia dormir porque meu corpo inteiro dilatava sem parar, a sensação foi incrível, lembrava muito desta frase:

 
“O sofrimento é tão intenso que é absolutamente purificante. A dor é tão profunda e forte que uma cortina desce sobre o seu cérebro. Uma vez alguém me perguntou que prazer eu tinha em pedalar por tanto tempo. Eu não entendi a pergunta. Eu não fazia pelo prazer, eu fazia pela dor”.
Lance Armstrong.
 
E depois de dois meses cruzar a linha de chegada mais concorrida no triathlon, com um tempo melhor do que imaginada!? Ai eu não peço mais nada, só agradeço a tudo e a todos. 
 
A única coisa que eu espero é que não podemos perder a essência deste esporte, não faça por moda ou status, faça com muito amor e dedicação, o triathlon merece isso!
 
Próximo IM, dia 03 de dezembro na Argentina, quero matar a minha saudade rs.